DVE
Departamento de Vigilância Epidemiológica

O Departamento de Vigilância Epidemiológica (DVE) tem como missão planejar, coordenar, acompanhar e avaliar o Sistema Estadual de Vigilância Epidemiológica; manter conhecimento atualizado da situação epidemiológica das doenças e dos agravos à saúde, bem como dos fatores que os condicionam, em especial daqueles sujeitos à notificação, para possibilitar e prever evolução do perfil epidemiológico do Estado.

 

Servidor Responsável:

- Alexsandro Xavier de Melo

 

Estão ligadas ao DVE as seguintes Gerências: 

 

Gerência de Vigilância de Doenças Transmissíveis (GVDT)

É responsável por investigar de forma integrada, As ocorrências de surtos de doenças transmitidas por água e alimentos bem como o surgimento substancial de determinado agravo, em curto espaço de tempo deverão ser investigados e notificados ao DVE.

Servidor Responsável:

- Noélia Araújo Medeiros da Silva - (Gerente)

- Ângela Desirree Carepa Santos da Silva - (Subgerente)

 

Missão/Atuação:

- Planejar, Coordenar, supervisionar, apoiar, acompanhar e avaliar o desempenho das ações de Vigilância Epidemiológica junto as Secretarias Municipais de Saúde

 

Atividade Principal: 

- Vigilância Epidemiológica

 

Serviços Oferecidos:

- Guia de Vigilância Epidemiológica

- Calendário Epidemiológico

- Notificação ON LINE (sugestão de criação)

- Protocolo de Tratamento

- Doenças / Agravos de A – Z (site MS)

- Impressos (fichas)

- Capacitações/Treinamento (Eventos Programados 2020).

 

Gerência de Doenças e Agravos Não Transmissíveis (GDANT)

 - Trabalha nas ações de prevenção das doenças não transmissíveis

Servidora Responsável: 

- Enfª Vera Lucia Ferreira de Queiroz

 

Atividade Principal: 

- Projeto Vida no Trânsito – MS;

- Polo da Academia de Saúde;

- Capacitações da Violências Interpessoal Autoprovocada. Orientação aos municípios para a importância do preenchimento das notificações à respeito das violências.

 

Serviços Oferecidos: 

- Capacitações e Oficina do SAVVIS;

- Coletas de dados a respeitos dos acidentes de trãnsito:

- Limpeza do banco de dados a respeito das fichas de notificações da violências juntos aos municípios.

 

Público-alvo: 

- Servidores da saúde, Conselho tutelar, maternidades, delegacias escolas Estaduais e Municipais, Técnicos que lidam com trânsito.

 

Locais de atendimento:

- Municípios do estado, através de telefones, no próprio setor

 

Horários de atendimento: 

- 8 as 17 hs

 

Principais etapas dos serviços: 

- Planejamento, organização e prática das atividades.

 

Formas pelas quais os usuários tem acesso aos serviços prestados:

- Treinamentos em Manaus ou no próprio município planejado, pessoalmente no setor, através de telefonema.

 

Requisitos, documentos e informações necessárias para acessar os serviços:

- De acordo com a necessidade de cada município.

 

Prazo máximo e forma de entrega do serviço:

- Conforme solicitação e liberação da instituição.

 

Locais e formas para o usuário apresentar eventual manifestação sobre a prestação do serviço:

- Diretamente com o favorecido no ato dos treinamentos e ou cobranças por telefone dos participantes do evento.

 

Gerência de Imunização (GEIM)

É responsável pelo Programa Estadual de Imunização, no qual repassa para todos os muncípios os insumos biológicos referentes aos 6 calendários nacionais para imunização do Ministério da Saúde. 

As medidas preventivas para doenças imunopreviníveis deverão ser executadas pela Prefeitura e Secretarias Municipais de Saúde. É de suma importância o alcance de metas de 95% nas campanhas e rotina, abrangendo zonas urbana e rural.

 

Ações de bloqueio

As doenças imunopreviníveis deverão ser comunicadas ao Programa Nacional de Imunização (PNI) municipal para que sejam adotadas medidas de controle imediato.

 

Servidora Responsável:

- Izabel Nougueira Nascimento 

 

Programa Estadual de Controle da Tuberculose do Amazonas/Departamento de Vigilância Epidemiológica

Servidor Responsável:

- Jair dos Santos Pinheiro

 

Missão/Atuação:

- Garantir aos pacientes com TB o direito à saúde, baseado nos princípios de universalidade, integralidade e equidade, com a participação de gestores, profissionais e sociedade civil/Trabalho em parceria.

 

Atividade Principal:

- Reduzir a morbimortalidade por TB no Amazonas.

 

Serviços Oferecidos:

- Assessoria permanente aos municípios quanto ao diagnóstico e tratamento da tuberculose;

- Capacitação em tuberculose;

- Monitoramento e avaliação das ações de controle nos municípios;

- Programação e dispensação de medicamentos e Derivado Protéico Purificado(PPD) para os municípios;

- Monitoramento dos indicadores epidemiológicos com uso do SINAN, SIM, HORUS, SITE-TB e IL-TB;

- Produção e distribuição de material informativo;

- Elaboração de documentos técnicos;

- Inquéritos de tuberculose;

- Palestras e exposição itinerante sobre tuberculose, entre outros.

 

Público-alvo:

- Gestores, profissionais e estudantes da área da saúde e da educação, sociedade civil, doentes de tuberculose e contatos.

 

Locais de atendimento:

- Sede da FVS-AM/Departamento de Vigilância Epidemiológica.

 

Horários de atendimento:

- 7:30 h às 16:30 h.

 

Principais etapas dos serviços:

- Planejamento, monitoramento e avaliação das ações de controle da tuberculose.

 

Formas pelas quais os usuários tem acesso aos serviços prestados:

- comparecimento na sede da FVS-AM, contato por telefone convencional (92)3182-8549 ou e-mail pct@fvs.am.gov.br.

 

Requisitos, documentos e informações necessárias para acessar os serviços:

- A solicitação de serviços pode ser feita mediante documento protocolado na FVS-AM ou enviado por e-mail ou whatsapp ou por telefone convencional quando pertinente.

 

Prazo máximo e forma de entrega do serviço:

- Atendimento de imediato ou no máximo em 24 horas, na medida do possível.

 

Locais e formas para o usuário apresentar eventual manifestação sobre a prestação do serviço:

- Ouvidoria da FVS.